Seja Dizimista

Rádio Catedral

rdio

Litugia Diária

 

Facebook

O que é Liturgia como Ação Simbólica

Liturgia se faz com ações, gestos, palavras, ritos, símbolos. É um trabalho comunitário que fazemos com nosso corpo, usando todos os nossos sentidos, nossa mente, nosso coração e entrando em comunhão com a natureza, com os outros, com a gente mesma e com Deus.

Na celebração pessoas, lugares, gestos, objetos... se tornam meios de comunicação, de comunhão entre nós e Deus. Tornam-se símbolos, palavra vinda do grego: (sym-balleim= juntar, unir, ligar).

O símbolo é um objeto, um gesto, uma pessoa, uma palavra, um lugar, uma música...que tem a força de nos ligar, nos unir com outra realidade ausente ou invisível. O símbolo é algo que toca nossos sentidos, nos lembra e traz presente uma realidade escondida e cheia de significado para nós. Ele nos permite vivenciar e nos comprometer com esta realidade invisível , mas real.

Assim, quando oferecemos um cafezinho a uma pessoa amiga que vem nos visitar, não é apenas o café que oferecemos, mas principalmente amizade, acolhimento, carinho, hospitalidade, consideração...Uma realidade escondida dentro da gente que o cafezinho gostoso e bem servido fará a pessoa sentir, saborear e até se comprometer com ela. Nossa amizade cresce!

Podemos dizer que a liturgia é toda simbólica. Tudo o que fazemos nela se refere e nos liga a Jesus Cristo e seu Reino. Ele nos deixou a refeição, uma ação simbólica para que a realizemos sempre de novo, fazendo memória dele: agradecer, comer e beber juntos e em seu Nome para fazer memória de sua vida, morte e ressurreição. Esta é a celebração central de nossa vida cristã.

Agradecendo, comendo e bebendo juntos, ficamos ligados e vamos nos identificando com Ele e nos comprometendo com seu projeto.

Mas, para ser simbólica é preciso que o corpo, a mente e o coração estejam unidos e concentrados na ação , no gesto, na palavra, na pessoa. Isto dispensa ficar explicando os símbolos. O símbolo fala por si e nos liga fortemente à realidade escondida nele. É preciso evitar muita falação, explicações de símbolos e fazer gestos mecânicos, apenas funcionais e roteiros nas celebrações. Tudo nos deve fazer entrar em relação com Cristo e seu mistério. Vamos tentar fazer isto em nossas celebrações ? E na catequese como você pode trabalhar isto?

Maria de Lourdes Zavarez
Serviço de Animação Litúrgica
Arquidiocese de Goiânia-Spar

Praça Dom Emanuel, s/n Setor Central – Goiânia-GO 74030-140
E-mail: contato@catedralgo.com.br
Telefone: (62) 3223-4581 / 3225-0339 Fax: (62) 3229-4115