Seja Dizimista

Rádio Catedral

rdio

Litugia Diária

 

Facebook

O que são Salmos na Liturgia

Vimos que a Liturgia da Palavra é diálogo amoroso entre Deus e seu povo reunido para celebrar.

Palavra, canto, silêncio, gestos constituem as ações simbólicas do rito que tem a proclamação do evangelho como ponto alto. Você, certamente já sabe que a 1ª leitura é um texto do Antigo Testamento e sempre escolhido em função do evangelho do dia. O salmo que vem a seguir, é escolhido como um eco da 1ª leitura. Trechos significativos das cartas do N.T. são oferecidos na 2ª leitura. O canto de aclamação, em geral tem um verso baseado no evangelho do dia. A seguir se dá a partilha da Palavra - a homilia, seguida da profissão de fé e das preces da comunidade.

Hoje, veremos o salmo como "parte integrante da liturgia da palavra".

O livro dos 150 Salmos, um dos mais citados no Novo Testamento está no centro da Bíblia. É a síntese em poesia da experiência de Deus feita pelo povo de Israel no decorrer de sua história. Recebeu o nome de salmo porque era acompanhado do saltério, um instrumento musical. O próprio Cristo, Maria e as primeiras comunidades encontraram nos salmos sua maneira de rezar e celebrar. É um dos cantos mais antigos da celebração cristã, herdado das sinagogas judaicas e interpretado à luz de Jesus Cristo.

Dentro do rito da Palavra o salmo é a fala de Deus cantada, tem o mesmo peso dos outros textos bíblicos, por isso deve ser feito sempre na mesa da Palavra e não deve ser substituído por um canto qualquer.

Trata-se de Salmo Responsorial: um salmo e não qualquer canto e responsorial (de resposta) alternado entre o salmista e o povo. Sua finalidade é prolongar, interiorizando a mensagem da 1ª leitura - uma resposta cantada que a comunidade dá a Deus com a própria Palavra dele.

Assim, o canto do Salmo se torna um momento importante da liturgia da Palavra, que nos faz entrar em comunhão, diálogo entre Deus que fala pela voz do salmista e o povo que escuta e responde, cantando o refrão ou repetindo algum verso do salmo.

O ministério de salmista é distinto do ministério de leitor. Sua função é de conduzir uma oração cantada. Com sua voz dá vida ao salmo, comunicando e expressando os sentimentos presentes no texto, ajudando a comunidade entrar na dinâmica amorosa da salmodia, como Palavra e como resposta à Palavra ao mesmo tempo.

Comece na catequese a preparar salmistas!

Maria de Lourdes Zavarez
Serviço de Animação Litúrgica
Arquidiocese de Goiânia-Spar

Praça Dom Emanuel, s/n Setor Central – Goiânia-GO 74030-140
E-mail: contato@catedralgo.com.br
Telefone: (62) 3223-4581 / 3225-0339 Fax: (62) 3229-4115